Grupo ligado ao agronegócio divulga carta em defesa da democracia

Grupo ligado ao agronegócio divulga carta em defesa da democracia

Representantes do agronegócio, do setor financeiro, de empresas, da sociedade civil e acadêmicos divulgaram nesta quarta-feira (3) uma carta em favor da democracia e do sistema eleitoral brasileiro. São mais de 300 representantes destes grupos, reunidos pela Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura.

“O objetivo é contribuir com uma defesa apartidária do processo eleitoral do Brasil, que desde a redemocratização do país tem mostrado uma inabalável segurança na apuração da vontade popular expressa pelo voto”, diz o grupo.

“E ressaltamos que o processo eleitoral é inquestionável e imprescindível para toda e qualquer discussão que vise à prosperidade do país. Sem democracia não há desenvolvimento e sustentabilidade. Sem sustentabilidade não há futuro possível”, completa a nota.


CARTA DA COALIZÃO BRASIL CLIMA, FLORESTAS E AGRICULTURA

A nota ressalta que o Brasil tem se esforçado para manter “instituições sólidas”, com respeito às leis e no “equilíbrio de direitos e deveres”. Para o grupo, isso tudo tem como alicerce “eleições limpas” para manifestação da vontade popular.

“O futuro que queremos depende do diálogo entre divergentes e do respeito ao resultado das eleições. Este deve ser um ponto pacífico entre todos os atores que se dispõem a representar a sociedade brasileira à frente de um Estado democrático de Direito”, finaliza.

Assim como na “Carta pela Democracia”, lançada por juristas e pela Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo), o texto de hoje não cita nominalmente o presidente Jair Bolsonaro (PL), nem outros políticos que frequentemente têm contestado, sem provas, a confiabilidade da urna eletrônica e do sistema eleitoral no país.

O documento será encaminhado ao STF (Supremo Tribunal Federal), a membros do Congresso Nacional e a alguns ministérios, além de embaixadas, bancos e instituições de desenvolvimento.

(Folhapress /Foto: Alf Ribeiro/Folhapress)

Compartilhe nas suas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.