Greve de ônibus chega ao fim em São Paulo nesta terça (14)

Greve de ônibus chega ao fim em São Paulo nesta terça (14)

Após quase 16 horas de paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus do município de São Paulo, a greve chegou ao fim às 15h20 desta terça-feira (14), após o SPUrbanuss, o sindicato patronal, anunciar que aceita as principais reivindicações da categoria.

“O sindicato patronal aceitou a reivindicação dos motoristas e cobradores e ônibus para o pagamento do aumento de 12,47% nos salários seja retroativo a maio. Os ônibus devem voltar a circular nas ruas e avenidas de São Paulo ainda no fim da tarde desta terça-feira. A Prefeitura deve autorizar a liberação de recursos destinados a subsídios, para cobrir esses custos na produção dos serviços das empresas”, diz oa nota do SPUrbanuss.

A decisão do representante das empresas foi tomada depois que o Ministério Público de São Paulo se manifestou a favor dos manifestantes, declarando que a greve é legal.

“No particular, a reivindicação dos suscitados merece prosperar. A postergação do reajuste salarial para outubro/2022 implicaria em transferir aos trabalhadores os ônus/riscos do negócio e em irreversível perda de poder aquisitivo dos salários, ante o quadro inflacionário que assola a economia”, disse o MP em nota.

Em seguida, a Prefeitura de Sâo Paulo também anunciou o fim da paralisação.

“A Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, informa que a paralisação de linhas de ônibus municipais foi encerrada às 15h20 desta terça-feira (14), após negociação entre trabalhadores e empresários. O atendimento nas 713 linhas paralisadas está sendo retomado de forma gradativa e deverá se normalizar até o fim do dia. A SPTrans monitora o retorno da frota da cidade para minimizar os impactos na população.”

(Claudinei Queiroz – Folhapress /Foto: Rovena Rosa – Agência Brasil)

Compartilhe nas suas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.