Daniel Silveira pede suspeição de ministros do STF e poupa indicados por Bolsonaro

Daniel Silveira pede suspeição de ministros do STF e poupa indicados por Bolsonaro

O deputado Daniel Silveira (União-RJ) ingressou nesta segunda-feira (11) no STF (Supremo Tribunal Federal) com um pedido de suspeição contra nove dos onze integrantes da corte.
Réu em ação penal com julgamento previsto para o dia 20, Silveira fez exceção apenas aos dois ministros indicados pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), Kassio Nunes Marques e André Mendonça.
No pedido, tecnicamente conhecido como arguição de suspeição, a defesa cita Alexandre de Moraes, relator de investigações que miram o deputado, e os demais ministros que votaram pela abertura de um inquérito contra o parlamentar por desobediência a ordem judicial.
A decisão monocrática de Moraes pela abertura do inquérito foi referendada pelos colegas Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Luiz Fux.
Silveira se negou a cumprir a ordem de Moraes, classificada por ele de ilegal, de usar tornozeleira eletrônica.

(Marcelo Rocha – Folhapress/ Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

Compartilhe nas suas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.